(15) 3286-1655

História da Cidade


O Município de Jumirim, Estado de São Paulo, criado recentemente, em 27 de dezembro de 1995, foi distrito do Município de Tietê, com sede no povoado de Jumirim e território desmembrado do distrito-sede daquele município, condição assumida a partir de 30 de novembro de 1944.

Suas referências mais antigas ligam-no à vila de Jumirim, cujo nome provém do topônimo tupi Jurumirim que significa “embocadura pequena”. A formação do povoado teve como marco inicial a Estrada de Ferro Sorocabana ou, mais especificamente, a construção em 1886 de uma estação ferroviária alocada em parte das terras da fazenda Barreiro, pertencente ao português Manoel Novaes, considerado o fundador da cidade. Contou também com a influência da imigração italiana, uma vez que inúmeras famílias foram chegando à região em busca de melhores possibilidades.

HISTÓRICO (PREFEITURA)

Jumirim teve sua origem com a inauguração da Estação Férrea em 24/06/1886 em terras do português Manoel Novaes, fundador da cidade. Jumirim vem do Tupi-Guarani, Jurumirim, que significa salto pequeno, existente no Rio Sorocaba. Teve seu impulso na era do café e foi colonizada por imigrantes predominantemente de origem italiana, cujos costumes, alimentos e o próprio linguajar sofreu grande influência. Era Distrito de Tietê até 1995 e tornou-se cidade tendo sua instalação em Janeiro de 1997. Jumirim hoje, é mais conhecido pela sua pesca, tanto na represa do “Guedes” como na Ponta da Amizade, ambas no rio Sorocaba. Tem ainda várias indústrias do ramo de cerâmica (Faulin, Pazzoto, Tezzoto) e o Frigorifico Jumirim, onde se fabrica vários tipos de especiarias, em especial a lingüiça.

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

Distrito criado com a denominação de Jumirim, por decredo-lei estadual no 14.334, de 30/12/1944, subordinado ao Município de Tietê-SP.

No quadro fixado para vigorar em 1944-1948, o distrito de Jumirim figura no Município de Tietê-SP.

Em divisão territorial datado de 1-VII-1960, o distrito de Jumirim permanece no Município de Tietê-SP. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1/VI/1995.

Elevado a categoria de Município com a denominação de Jumirim, por lei estadual 9330 de 27 de dezembro de 1995, desmembrado do Município de Tietê-SP, permanecendo o mesmo Municipio como Comarca.

Gentílico: Jumirense.

Fonte: Biblioteca IBGE